Breve Observação Perfeccionista

Nada é tão bom que não possa melhorar…

Anúncios

Dia Internacional da Mulher

Na barriga que brinca de se fazer de seio…


…Na artimanha vaidosa que esconde delicadamente o esforço…


…No equilíbrio entre a semente e o leite da vida…


…Na paixão que desenha a palavra e o silêncio…


…Na virtude que purifica o pecado…


…No brilho que tenta conquistar o esplendor do colo…


 

…No ventre espiritual…


 

…No compromisso das margens…


 

…Na ausência e presença de todas as cores…


…No espetáculo das inseguranças e suspeitas…


…Na surpresa do mistério…


 

…No arsenal que desarma a valentia…


…No perfume que adormece…


…No berço que acalenta o céu…


…Seja como for,
que as mãos femininas ajudem a humanidade
a caminhar para um mundo onde haja…


…sempre…


…esperança.

Dicionário Desilustrado Roubert, Primeiros Verbetes

contraditório Vampiro que tem medo de sangue.

controverso Ex-gay.

decote O que não tem altura nem largura, e sim profundidade.

dicionário Pai dos burros, porém mãe dos inteligentes.

intelectual Quem sempre foi inteligente o bastante para ser culto já que nunca foi esperto o suficiente para ser rico.

ironia Quando uma pessoa fofoqueira morre envenenada depois de morder a própria língua.

pato Animal que a gente sempre confunde com ganso ou marreco.

sádico É um masoquista altruísta, logo masoquista é um sádico egoísta.

tragédia Tudo o que é ruim e só acontece com você e/ou tudo o que é bom e só acontece com os outros.

vizinha Mulher mais bonita que a esposa do homem que a cobiça.

O Enterro

Despedida virtual e virtuosa de coisas e criaturas que deveriam enfeitar uma exposição biográfica sobre o arrependimento.

“Se prestasse, saudade teria nome em inglês.” (Chico Anysio)


Minha revista favorita de política.


Meu manual de ética e etiqueta.


 

Meu teólogo predileto.


Obra sublime de autoajuda e pacifismo.


Livro encantador de contos infantis.


Minha mamadeira.


CD gospel da minha antiga religião, que quase não gosta de imagens.


Uma das liras de um dos hinos do CD gospel, “Paradise City”.


Não é recomendável, depois de voltar de Hollywood, ir à Terra de Marlboro.


Meu bravo companheiro de boemia.


(Uma das) Minha(s) ex-sogra(s).


Minha velha língua.