Não é fácil, é estranho…

Não é fácil, é estranho lidar com o seu humor. Os seus seios precisam de novos óculos porque o seu colo nunca entende as minhas palavras. Será que você entenderia a metáfora anterior, a vontade de fazer de uma lingerie para o seu peito um pretexto para puxar o fio da meada? Sempre que puxo o fio da meada de uma metáfora, a minha mão quer escrever mais que a minha boca poderia dizer e menos que o meu corpo poderia fazer, mas você não entenderia. Do que adiantaria a minha infidelidade textual virar uma bala perdida do avesso, transformado-a numa estrela cadente, um presente para você? O seu ponto de vista sempre tem um quê de interrogação, e é mais fácil um vampiro virar uma Testemunha de Jeová que você entender o que lhe quero dizer.

Não é fácil, é estranho quando brinco com um tabuleiro de xadrez e me faço de cavalo só para conquistar uma rainha porque você não entende que minha grosseria quer seduzir Sua Majestade. Só por que as nossas religiões não se casariam na mesma igreja, então, isto seria motivo para pedir o divórcio do nosso flerte? A audiência de conciliação seria uma auditoria ou uma inquisição? Como você ficou ainda mais linda quando lhe desejei que as suas felicidades fossem tão infinitas quanto são infinitos o encanto do seu sorriso, a angelitude do seu coração e a graça da sua alma. E há pouco você disse que não precisaria que lhe fizesse sorrir…

Não é fácil, é estranho me arriscar assim apesar da minha tristeza pelo que você disse para mim, no entanto sei que os nossos “ois” sempre olham para trás quando passamos um pelo outro escondendo os nossos “ais”. Sei que você vai ficar furiosa quando ler esta carta, não por causa da publicação dela, e sim por saber que o meu desabafo nela não é tão fictício assim. Espero, pelo meu amor ser secreto, que o seu ódio não seja público. E não adianta tentar dar um tapa na minha cara porque, se você o fizer, a minha boca vai revidar cometendo um crime, roubando-lhe um beijo, e a minha uma língua vai fazer o céu da sua boca ver estrelas. Ou você me denuncia em guerra, ou você me confessa em paz. Se você perder o seu juízo, ganho a sua loucura, ??????? ?????.

Anúncios

8 comentários sobre “Não é fácil, é estranho…

Grato por seu comentário.

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s